Por aí

Turistando: Museu Casa de Portinari

A história de Cândido Portinari é famosa e seus quadros são milionários.
Mas a proposta desta visita foi explorar os detalhes, observar os desgastes naturais das paredes, o relevo caprichado no cachimbo do artista e, claro, a decoração nostálgica, começando pelos pisos que mesclam hidráulicos, madeira e ladrilhos:

A peças da fachada, as texturas e geometrias tão atemporais que muitas vezes eu duvidei que eram restaurações, e fiquei me perguntando se foi modificado (sim, é tudo restaurado).

fachada museu
detalhe-museu-portinaribanheirocapela da nonna (3)detalhes (1)peças de portinari 2
cozinhatecnologia (3)
igreja (3)

Ainda na esplanada do Museu, bem na calçada da pracinha charmosa, conheci o sr. Ezio Marcola, artista muito conhecido regionalmente, que apresentava uma exposição toda elaborada com peças de sucata. Ele é um senhorzinho com uma prosa danada de boa e que faz jus da sua fama, provando que suas aulas com Vaccarini (sim, ele foi aluno do Bassano Vaccarini!) o tornaram um grande homem. Além de esculturas incríveis, oferece oficina gratuita às crianças carentes, usando o lixo reciclável para compôr arte.

“Quando comecei a lidar com estas crianças, percebi que elas não tinham condições de comprar uma caixinha de lápis de cor, e mesmo quando eu proporcionava, não havia envolvimento. Elas simplesmente pintavam rápido e já saíam para brincar. Ao trabalhar com material reciclável, o aluno se identifica porque vê aquilo no seu dia a dia, e acaba trazendo para a aula algo que achou na rua, criando um vínculo com a arte antes mesmo de conceber” – Ezio Marcola


Sobre o Museu

Restaurado em 2014, o Museu Casa de Portinari abriga vários afrescos de Cândido Portinari, com peças exclusivas que o pintor produziu ao longo de sua vida diretamente nas paredes dos vários ambientes. A casa, localizada em Brodowski (interior de São Paulo), abrigou a família de Portinari por anos, começando apenas com uma casinha simples de pequenos cômodos, e ampliando a área construída conforme o artista tinha seu sucesso consolidado.
Além das obras, é possível contemplar a confortável porém simples residência da família do artista, com peças de uso pessoal, mobiliário, utensílio de cozinha, além da “Capela da Nonna”, criada especialmente junto à casa para avó de Portinari que já não podia ir mais à igreja devido a idade avançada.

O museu pode ser visitado de terça a domingo, das 9 às 18h (entrada gratuita), ou pelo site, através do Tour Virtual.

Previous Post Next Post

You Might Also Like

Seja o primeiro a comentar!

Deixe seu comentário